domingo, 4 de março de 2018

Ocupação Vila Nova/BH na URBEL/PBH/2ª Parte/Desapropriação e regularizaç...

Ocupação-Comunidade
Vila Nova, em Belo Horizonte, na URBEL/PBH/MG: pela desapropriação e
regularização fundiária. 2ª Parte - 20/12/2017.


 Em reunião na URBEL, da Prefeitura de Belo
Horizonte/MG, famílias da Ocupação-Comunidade Vila Nova, há 23 anos no local,
exigem que Prefeito de Belo Horizonte desaproprie a área da Comunidade, faça a
regularização fundiária e enterre a ameaça de despejo.. *Filmagem de frei
Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira. Belo
Horizonte/MG, 20/12/2017. * Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander
Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander
e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar,
compartilhe. Sugerimos.


Ocupação Vila Nova/BH na URBEL/PBH/2ª Parte/Desapropriação e regularizaç...

Ocupação-Comunidade
Vila Nova, em Belo Horizonte, na URBEL/PBH/MG: pela desapropriação e
regularização fundiária. 2ª Parte - 20/12/2017.


 Em reunião na URBEL, da Prefeitura de Belo
Horizonte/MG, famílias da Ocupação-Comunidade Vila Nova, há 23 anos no local,
exigem que Prefeito de Belo Horizonte desaproprie a área da Comunidade, faça a
regularização fundiária e enterre a ameaça de despejo.. *Filmagem de frei
Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira. Belo
Horizonte/MG, 20/12/2017. * Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander
Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander
e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar,
compartilhe. Sugerimos.


Ocupação-Comunidade Vila Nova/BH na URBEL/BH/MG – 1ª Parte/Respeito ao d...

Ocupação-Comunidade
Vila Nova, em Belo Horizonte, na URBEL/BH/MG: respeito ao direito de lutar. 1ª
Parte. 20/12//2017.
Após ser impedido de
participar da Mesa de Diálogos do Governo de Minas Gerais, o povo da
Ocupação-Comunidade Vila Nova/BH/MG cobra da URBEL transparência nas ações,
posição em defesa da Comunidade, e não do pretenso proprietário, e respeito ao
direito de lutar pela permanência no espaço onde moram há 23 anos, já
consolidado como Bairro.


*Filmagem de frei Gilvander
Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira. Belo
Horizonte/MG, 20/12/2017. * Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander
Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander
e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar,
compartilhe. Sugerimos.


terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Luta une o povo das Ocupações Vila Esperança/Betânia e Carolina Maria de...

A luta unindo o povo das Ocupações Vila Esperança, no Betânia e Carolina Maria de Jesus, ambas do MLB, em Belo Horizonte/MG, dia 12/1/2018.

A luta por moradia está unindo o povo das Ocupações Vila Esperança, no Betânia, e Carolina Maria de Jesus, à Av. Afonso Pena, 2.300, ambas do MLB, em Belo Horizonte/MG. Dia 12/1/2018, experimentamos isso. Ocupações-Comunidades Vila Esperança e Carolina Maria de Jesus/MLB unem-se em solidariedade e se fortalecem na luta e resistência contra despejos. Movidas pelo mesmo sonho de libertação da pesada cruz do aluguel ou da humilhação de moradia de favor ou da sobrevivência nas ruas, lutam pelo direito à moradia digna, própria e adequada. Sabem que um povo unido se torna mais forte e, na solidariedade, vivenciam o espírito fraterno dessa luta.
Nesse vídeo, o registro da visita de apoio de moradores da Ocupação Vila Esperança/MLB, no Betânia, após reunião no MPF, à Ocupação Carolina Maria de Jesus, também do MLB, no centro de Belo Horizonte, que os acolheu com um saboroso almoço.

https://www.facebook.com/freigilvander/videos/1806959156004312

*Reportagem em vídeo de frei Gilvander Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 12/1/2018.

* Inscreva-se no You tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


Ocupação Vila Esperança, no Betânia, em BH/MG – Despejo, não. Todos são ...

Ocupação Vila Esperança, no Betânia, em Belo Horizonte/MG: Despejo, não. Todos são responsáveis. 07/1/18.

Moradores e apoiadores da Ocupação-Comunidade Vila Esperança, ao lado do Bairro Betânia, em Belo Horizonte/MG, mantêm-se firmes na luta e resistência contra o injusto e inconstitucional despejo determinado pela juíza Gabriela Alvarenga , da 8ª Vara Cível Federal. Decisão inconstitucional, uma vez que não apresenta alternativa prévia e digna de moradia e desrespeita o princípio da dignidade humana. A indignação é ainda maior com a informação dada pelo Defensor Público Federal, Dr. João Márcio Simões, de que a Empresa Concessionária Via 040 tem, firmado em contrato, 39 milhões de reais disponíveis para reassentamento das famílias que moram na beira da BR 040.
Nesse vídeo, a indignação de frei Gilvander Moreira, da Comissão Pastoral da Terra (CPT/MG), que chama a atenção para a responsabilidade social que toda a sociedade deve assumir em relação a esse conflito, em especial a Empresa Concessionária Via 040, que afirmou em Nota Pública não ter compromisso com moradia das famílias. Tal situação motivou o comovente depoimento de uma mãe moradora da Ocupação, também registrado nesse vídeo.

https://www.facebook.com/freigilvander/videos/1806187626081465

*Reportagem de frei Gilvander Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 07/1/2018.

* Inscreva-se no You tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Ocupação Vila Esperança/Betânia/BH/MG: NEGOCIAÇÃO, SIM. DESPEJO, NÃO. 2ª...

Ocupação-Comunidade
Vila Esperança, no Betânia, em Belo Horizonte/MG: NEGOCIAÇÃO, SIM. DESPEJO,
NÃO. 2ª Parte – 04/1/2017.

 A
Ocupação-Comunidade Vila Esperança, entre o Anel Rodoviário (BR 040) e a Av.
Tereza Cristina, ao lado do Bairro Betânia, em Belo Horizonte, MG, com cerca de
140 famílias, a maioria em casas de alvenaria, está sob ameaça de despejo
iminente, por decisão da juíza Gabriella de Alvarenga Silva Lipienki, da 8ª
Vara Cível da Justiça Federal/MG. O MLB e a CPT estão acompanhando e participando
da luta da Comunidade pelo respeito aos seus direitos fundamentais. É
inadmissível, é cruel uma decisão judicial que autoriza reintegração de posse
até mesmo com força policial, sem oferecer alternativa prévia e digna de
moradia para as famílias, sem ouvir a comunidade, sem considerar tudo o que foi
investido nas construções, sem respeitar a dignidade de cada morador, de cada
moradora, sem respeitar a vida ali presente e consolidada. Nesse vídeo, a
participação de Edinho, da Coordenação Nacional do MLB (Movimento de Luta nos
Bairros, Vilas e Favelas), o depoimento comovente de Dona Sílvia e a
manifestação de esperança de seu esposo, Sr. Osmar: toda uma vida de luta e o
sonho da casa própria, um lar que permaneça para seu filho Daniel, de 13 anos e
portador da Síndrome de Down.

*Reportagem em vídeo de frei Gilvander
Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 04/01/2018.



* Inscreva-se no You tube, no Canal Frei
Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link:
https://www.youtube.com/user/fgilvander e assista a outros
vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe.
Sugerimos.


sábado, 6 de janeiro de 2018

Ocupação Vila Esperança/Betânia/BH/MG: Despejo - Injustiça que clama aos...

Ocupação
Vila Esperança, no Betânia, em Belo Horizonte/MG: Despejo, injustiça que clama
aos céus! 1ª Parte – 04/01/2018.


A Ocupação-Comunidade Vila Esperança, entre o Anel Rodoviário (BR 040) e a Av.
Teresa Cristina, ao lado do Bairro Betânia, em Belo Horizonte, MG, corre risco
iminente de despejo. Há mais de 6 anos, famílias ocuparam um terreno
abandonado, que não cumpria a função social. A comunidade já tem cerca de 140
famílias, a maioria em casas de alvenaria. A juíza Gabriela de Alvarenga Silva
Lipienki, da 8ª Vara Cível da Justiça Federal/MG, determinou reintegração de
posse à Empresa Via 040, concessionária da BR 040, que é do DNIT, para ser
cumprida dentro de 30 dias. O prazo termina em 11/01/2018. Simplesmente
despejar e jogar 140 famílias na rua é injustiça que clama aos céus. A decisão
é inconstitucional, porque não respeita a dignidade humana, não respeita o
direito à moradia e não leva em conta a função social da propriedade. E nem
condiciona a reintegração à oferta de moradia prévia para as famílias. O MLB
(Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas) e a CPT (Comissão Pastoral da
Terra) estão acompanhando, com solidariedade e luta, a Ocupação-Comunidade Vila
Nova. Despejo, não! Por alternativas dignas e pelo direito constitucional à
moradia.

Nesse vídeo, o depoimento do Pastor Paulo, que reside, faz missão e participa
dessa luta na Ocupação-Comunidade Vila Esperança/Betânia/BH/MG.

*Reportagem em vídeo de frei Gilvander
Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 04/01/2018.



* Inscreva-se no You tube, no Canal Frei
Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander e assista a
outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe.
Sugerimos.